• Ariane Angioletti

O idoso pode sair desacompanhado da ILPI?


Claro que sim! A pessoa idosa não está presa na ILPI e o exercício de sua liberdade deve ser preservado e estimulado. Infelizmente, ao morar numa ILPI, o movimento natural é a diminuição nas saídas do residente, que se limitam às consultas e exames de saúde.


O Estatuto do Idoso impõem às famílias e às ILPI o desenvolvimento de ações que garantam e incentivem a participação da pessoa idosa na família e na sociedade, preservando suas garantias de liberdade. A pessoa idosa tem o direito de autogovernar-se. Sempre.


Quem se responsabiliza? Aí vem o grande "x" da questão. O idoso lúcido, orientado, capaz, tem todo direito de sair da ILPI para qualquer atividade. Contudo, percebemos uma responsabilização das ILPI: e se o idoso sofre uma queda na rua? E se for assaltado? E se não conseguir voltar por algum motivo? Culpa da ILPI que o "deixou" sair.


Um meio de lidar com este tema, tão importante e complexo, é com muita conversa entre o idoso, sua família e a gestão da casa. É preciso tratar das necessidades e possibilidades individualmente.


Saiba mais!

Estatuto do Idoso, art. 3°, art. 49, inciso IV, artigo 50, inciso II

Constituição Federal, art. 5° incisos X, XLI e LIV

36 visualizações0 comentário