• Ariane Angioletti

Posso adotar um pet para conviver com os idosos na ILPI?


Pode, mas atenção!


- O pet não pode circular por todos os ambientes da ILPI, especialmente na cozinha, refeitório, posto de enfermagem. Então, a instituição deve ter meios de barrar a passagem para esses locais.

- O ideal é que a circulação do animal se dê nos espaços de convivência, podendo ser livre ou em horários determinados.




Importante!

- O animal, seu porte e seu temperamento devem ser adequados considerando o perfil dos residentes.

- A saúde precisa estar em dia, com registro na carteira do animal: vacinas, antipulgas e carrapatos, vermífugo.

- Banho, tosa e higiene bucal do pet também devem acontecer periodicamente. Importante manter estas informações registradas.


E se o PET é do idoso?

Pode acontecer do idoso ter um pet e pedir para levá-lo para a ILPI. Nestes casos, o que pode ser feito? É preciso verificar o temperamento do pet, especialmente com relação ao convívio com pessoas estranhas e estabelecer regras bem claras.


Busque saber de normas e orientações da vigilância sanitária e centro de zoonoses do seu município!

3 visualizações0 comentário