• Ariane Angioletti

83% temem a dependência cognitiva

Quase o mesmo percentual de pessoas tem medo da dependência física e da cognitiva

Quase o mesmo percentual de pessoas tem medo da dependência física e da cognitiva. . Para você que não sabe o que é "cognição", é a nossa capacidade de perceber nosso entorno, de discernir ou mesmo de aprender. Existem níveis de comprometimento da cognição e nem todos tornam a pessoa dependente para tudo. . Tenho a impressão de que, ao responder esta pergunta, os entrevistados pensaram nos comprometimentos mais severos, como as demências. . Existem vários tipos de demência e muitas delas dão sinais de presença ao longo do tempo. Sendo diagnosticada em seu início, seu avanço pode ser desacelerado e, ainda, as questões legais e familiares podem ser organizadas. . Como assim? . Com um diagnóstico de um comprometimento cognitivo inicial, de um quadro que irá evoluir (o Alzheimer, por exemplo), a pessoa pode preparar documentos juridicamente possíveis e aceitos, registrando suas orientações e vontades. . 1. A tomada de decisão apoiada, para usar enquanto a capacidade cognitiva está presente, mas a pessoa já está insegura; 2. A diretiva antecipada de vontade, para deixar as orientações sobre cuidados e intervenções médicas; 3. Organização documental e patrimonial. . Se você tem um diagnóstico inicial de uma doença que impactará na sua cognição, encare esse diagnóstico de frente! Aproveite este tempo para deixar suas vontades, expectativas e desejos bem esclarecidos aos que estarão com você. . Fingir que o diagnóstico não existe, não retardará o avanço da doença.

19 visualizações

Criado por Ariane Angioletti. Todos os Direitos Reservados.

Siga-nos nas redes sociais!

  • YouTube
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social